domingo, 31 de julho de 2011

Uma vergonha aos olhos cegos da LEI. O GATO comeu?!?!?!?


Inacreditável imaginar a situação que chegou a prefeitura de Campos dos Goytacazes - RJ. Uma das que mais arrecada no Brasil.
O Blog  Mentiras e Farsas compilou o que rola por aí.
Vale uma conferida AQUI .
Que me perdoem os felinos, mas a imagem foi só pela fama que lhes deram. Quando, na verdade, os ladrões não andem de quatro nem ronronem. Mas raspam o tacho com a maior cara de pau. E o pior: ignoram a tudo e a todos!

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Desabastecimento de álcool combustível preocupa o Brasil



Governo fará importação maciça de etanol anidro
Ainda sob risco de desabastecimento interno, o governo decidiu apostar na importação maciça de etanol anidro para "congelar" a redução da mistura desse biocombustível na gasolina.

A presidente Dilma Rousseff cobra uma "solução antecipada" para evitar uma crise de oferta semelhante à ocorrida no início deste ano. Em uma ampla reunião no Ministério das Minas e Energia, ficou decidido que, "ao menos até novembro", o governo tentará driblar os riscos com a compra de 1 bilhão de litros de etanol no exterior. A ordem é adiar "pelo maior tempo possível" a redução e, até mesmo, evitá-la se for possível. Usinas e tradings já começaram a operar e têm 680 milhões de litros em estoque ou sob contrato. "Seria caro e contraproducente reduzir a mistura agora", disse um integrante da reunião. "Hoje, é mais barato importar anidro do que gasolina."

Por isso, o governo resolveu dar um "voto de confiança" aos usineiros. E espera o "cumprimento à risca" do compromisso de abastecer, a preços razoáveis, o mercado interno de etanol, anidro e hidratado. As usinas queriam "discrição" para evitar uma forte alta nos preços do anidro nos Estados Unidos, principal fornecedor brasileiro.

O governo avalia que a redução da mistura, dos atuais 25% para 20% ou 18%, teria impacto nos preços da gasolina ao consumidor, geraria mais pressão inflacionária, teria efeitos tributários relevantes, traria problemas para a balança comercial e significaria prejuízos à Petrobras - na importação de gasolina e na perda de produtividade de suas refinarias. Na reunião, o presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, disse que a redução derrubaria em até 13% a produção da petroleira. Haveria um recuo na produção de 50 mil barris/dia. Para atender à demanda adicional, a Petrobras passaria a ter que importar o equivalente a 30 ou 45 dias de gasolina - hoje, essa necessidade soma quatro ou cinco dias.

Na reunião, que teve a presença dos ministros Edison Lobão (Minas e Energia) e Fernando Pimentel (Desenvolvimento), os especialistas do governo avaliaram que o crescimento da economia está "muito acima" da capacidade de abastecimento de etanol no mercado interno. "O consumo só aumenta e a frota "flex fuel" só cresce", disse um fonte do encontro. À saída da reunião, o ministro Lobão afirmou que o mercado está "abastecido" e "estável". Para ele, as medidas adotadas até agora estabilizaram os preços. "Não vamos fazer alterações neste momento, mas marcamos outra reunião para o dia 30 de agosto com possibilidade de antecipação, se preciso."

Lobão informou que o governo publicará, em dez dias, uma medida provisória com linhas de financiamento para estimular a estocagem e a produção de etanol. A MP deve contar com linhas com juros baixos para estimular a produção. Além disso, está sendo avaliada a possibilidade de benefícios à produção de etanol em detrimento ao açúcar. As linhas de crédito serão do BNDES e do Banco do Brasil. A meta é ampliar a produção de cana-de-açúcar. O governo estima uma capacidade ociosa para 150 milhões de toneladas nas usinas de cana, o equivalente a 20% da capacidade total de moagem do país. Ele anunciou investimentos de US$ 4,1 bilhões da Petrobras Biocombustíveis no prazo de três a quatro anos.
(Valor Econômico)

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Curso de Arte em Cerâmica na Uenf



Das vagas oferecidas, 48 são para o campus Leonel Brizola, e oito para o núcleo de São Sebastião
O projeto 'Caminhos de Barro', da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), está com inscrições abertas para os cursos de arte em cerâmica, que serão oferecidos no segundo semestre de 2011. No total são 56 vagas, sendo 48 para a sede do projeto, no campus Leonel Brizola, e oito para o núcleo de São Sebastião, na Baixada Campista.

O curso se estende por quatro meses, num total de 128 horas, sendo oito horas semanais. Os horários serão das 8h às 12h ou das 13h às 17h. As inscrições se encerram no dia 12 de agosto, e as aulas começam a partir de 08 de agosto e irão até o dia 9 de dezembro.
Das 56 vagas oferecidas, 48 são para o campus Leonel Brizola, e oito para o núcleo de São Sebastião.
Os interessados devem apresentar foto 3 x 4, cópia do CPF, da identidade e comprovante de residência. O atendimento é na sede do projeto, no campus da Universidade, em frente à garagem da Assessoria de Transportes.

Outras informações podem ser adquiridas pelo telefone 2724-1574.

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Cine Vídeo no IFF



Projeto Multi Mídia: Cine Vídeo
O IFF Instituto Federal Fluminense Campi-Centro, Campos dos Goytacazes, (Rua Dr. Siqueira, 273), lança na próxima segunda 1 de agosto, o projeto Cine Vídeo, com o objetivo de desenvolver com Oficinas, Mostras e Festivais de Curtas, a criatividade dos estudantes da instituição na área do áudio visual.
Leia mais aqui

terça-feira, 26 de julho de 2011

A quem interessa ocultar a Rede Blog de Campos?

Desde o primeiro blog que foi ao ar em Campos, sem dúvida, a população e os órgãos fiscalizadores e controladores passaram a contar com mais uma fonte onde podem sorver informações e posições que dificilmente estariam estampadas nas páginas dos veículos de comunicação tradicionais. Não é nada difícil entender a dificuldade que certos órgãos de imprensa têm em se manter exclusivamente jornalísticos.
O jornalismo exige uma série de regras e, sobretudo, uma ética que se contrapõe a empresas que fazem da informação mercadoria comum. Como se fabricassem guloseimas que podem ser mudadas de sabor a qualquer hora ou para adaptação ao mercado consumidor. Vale uma visita ao pequeno texto de  Maurício Guidani Romanini - aqui . para observarmos o quanto uma imprensa mal conduzida pode atrapalhar o desenvolvimento social, humano, econômico, enfim, numa totalidade, uma comunidade. 
Por outro lado, o esforço de uma Rede de Blogs, como é a de Campos, com a participação de Blogs de municípios vizinhos, não deve ser vista apenas como um passa tempo dos que lhes dão vida, mas mais um instrumento de debate e ponto de partida para as autoridades competentes atuarem em suas diversas atribuições. Não é a toa o esforço de forças que se julgam poderosas - que prefiro entender como dominantes -  na tentativa de denegrir a Rede. Por outro lado, grupos da comunicação formal chegam a criar seus próprios aglomerados de blogs, comumente assinados por funcionários - que não recebem nada a mais por este serviço - ou pessoas que emprestam seus nomes achando estar ganhando luminosidade ou prestígio social. Quando, na verdade, estão a desserviço desta mesma sociedade.
Mas o que mais há de se estranhar é como os blogues levam ao debate temas, atos e fatos políticos e administrativos, tanto no âmbito público quanto no privado, que lesam milhares de pessoas, principalmente em transações duvidosas com o erário, sem que, aparentemente nenhuma medida seja tomada de maneira mais eficaz.
Não quero crer que as denúncias e queixas publicadas na Rede sejam de total desconhecimento das autoridades que ocupam suntuosos prédios em nossa cidade. Afinal, eles também são funcionários públicos que recebem os seus salários oriundos dos impostos que pagamos. Por onde andam as respostas às diversas investigações abertas nos últimos anos? Será que só acontecerão depois das Olimpíadas e da Copa? 
Queiram ou não, a Rede Blog de Campos tem sido o maior instrumento de debate do município. Seria muito melhor se houvesse repercussão nos locais exatos. E olha que inúmeras postagens terminam com: 
"Com a palavra ......"

(p.s. apenas em resposta a quem me convidou para assinar "oficialmente" e me chamou de ingrato. Ainda agradecendo o momento de reflexão que me proporcionou)

Resultado da terceira chamada do ProUni será divulgado na quinta-feira




O Ministério da Educação adiou para quinta-feira (28) a divulgação da lista dos candidatos pré-selecionados em terceira chamada no Programa Universidade para Todos (ProUni). A divulgação dos resultados estava prevista para ontem(25).
De acordo com o MEC, o adiamento foi feito a pedido das instituições de ensino superior, que solicitaram maior prazo para o lançamento das bolsas concedidas aos candidatos pré-selecionados na segunda chamada.
Com o nova data para terceira chamada, os aprovados nessa etapa deverão comparecer às instituições de ensino para as quais foram selecionados até 3 de agosto a fim de comprovar os dados fornecidos nas inscrições. A lista dos documentos que precisam ser apresentados está disponível no site do ProUni.
Se ainda houver bolsas disponíveis, será gerada uma lista de espera que poderá ser usada pelas instituições de ensino para preenchê-las. Os interessados em fazer parte da lista deverão manifestar interesse no site do programa, no período de 8 a 10 de agosto.
Para receber uma bolsa do ProUni, o aluno precisa ter cursado todo o ensino médio em escola pública ou estabelecimento privado com bolsa. Também é necessário ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2010 e atender aos critérios de renda do programa. O benefício integral pode ser pleiteado por candidatos com renda familiar per capita mensal de até 1,5 salário mínimo. As parciais são destinadas a estudantes com renda familiar per capita de até três salário mínimos.
Para o primeiro semestre de 2011 foram disponibilizadas 92 mil bolsas em instituições privadas de ensino superior.
(Agência Brasil)

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Jardins na Pelinca poderão ser arrastados com alagamento em período de chuva.

(clique e amplie para ver bem melhor)

Logo ali na esquina da rua da Jaca com Avenida Pelinca, está ficando tudo bacaninha com o tratamento de ajardinamento. Acontece que não tem chovido por aqui, porque  alaga e alaga muito .
Reparem estas imagens feitas no verão e que ficaram guardadas para um momento melhor. São da entrada principal do  Palácio da Cultura, a poucos metros do canal Campos-Macaé, que recebe as águas de chuva daquela região, o que nos dá a certeza de caixas coletoras entupidas.
Mas na verdade, até que o visual fica mais bonitinho do que a descalçada que rodeia o prédio.
Estamos em período de seca. Nada como um tracinho de cimento e areia para tapar os buracos, já que não temos mais recursos para fazer uma boa e nova calçada. Afinal, trata-se de obra de construção civil e todo mundo sabe que os empresários do ramo estão correndo da prefeitura

Timotinho Cabral, sobrinho de Sérgio Cabral, pode ser prefeito de Campos

Timóteo Cabral em sua coroação, quando se intitula "Timóteo - O Terrível"

Durante o final de semana carioca, logo depois do cinema, resolvemos tomar uns chopes e saborear alguns quitutes num conhecido bar do Leblon. Como se sabe, no Rio, as mesas podem ser muitas, mas não raro o papo  pode se estender ao boteco inteiro. 
Um velho conhecido, ainda dos 70, ao me reconhecer, partiu para o meu lado me oferecendo um grande abraço. Afinal, há mais de dois anos não nos encontrávamos. O bar realmente parou quando ele em alto e bom som bradou: "Até que enfim Campos vai tomar jeito. Acabei de saber que o governador está tentando convencer seu sobrinho Timóteo Cabral a se candidatar por Campos e dar um fim àquela tirania que reina lá pelos seus Campos roubados dos Goitacás."
Como grande brincalhão que é, gargalhei juntamente com o bar que se divertia com o freguês narrador. E ele continuou como quem realmente soubesse de tudo que se passa por Campos: 
"Afinal, Timotinho faz o que quer em  Brogodó, tem o apoio do Batoré, se se sente fraco manda cooptar adversários e inimigos e, se estes não aceitam, comem o pão que o diabo amassou... E quando tem lá suas alucinações, acredita tanto nelas que até deu uma bola nas costas do Rei Augusto, de Seráfia, e virou rei".
Cada vez as atenções se voltavam mais pra ele. Que continuou:
"Veja que lá em Brogodó eles também adoram um bailezinho à fantasia para pagarem mico e, depois de velhos, fazerem com o dinheiro dos súditos o que não fizeram na infância pobre. Veja que lá também tem um pessoal que quando em vez se reúne pra tentar descobrir uma forma de destituir o tirano. Mas por outro lado o tirano também tem seus aliados em fazendas que fazem lembrar os condomínios daqueles Campos. Cheios de palmeiras pra não se perder a direção. É isso aí, camarada. Sua planície mandando geral"
Confesso que nunca presenciei tanta capacidade de criação num companheiro, depois de uns três ou quatro chopes.

   

Ministério da Educação divulga amanhã terceira chamada do ProUni



O Ministério da Educação (MEC) divulga amanhã (25) a lista dos candidatos pré-selecionados em terceira chamada para receber uma bolsa do Programa Universidade para Todos (ProUni). Para o primeiro semestre de 2011, foram disponibilizadas 92 mil bolsas em instituições privadas de ensino superior.
Os aprovados deverão comparecer às instituições de ensino para as quais foram selecionados até 29 de julho a fim de comprovar as informações prestadas durante as inscrições. A lista dos documentos que precisam ser apresentados está disponível no site do programa.
Caso ainda haja bolsas disponíveis, será gerada uma lista de espera que poderá ser utilizada pelas instituições de ensino para preenchê-las. Quem quiser participar dessa lista deverá manifestar seu interesse no próprio site do ProUni entre os dias 6 e 8 de agosto.
Para receber uma bolsa do programa o aluno precisa ter cursado todo o ensino médio em escola pública ou estabelecimento privado com bolsa. Também é necessário ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2010 e atender aos critérios de renda do programa. O benefício integral pode ser pleiteado por candidatos que tenham renda familiar per capita mensal de até 1,5 salário mínimo. Já as parciais destinam-se a estudantes com renda familiar per capita de até três salário mínimos.
(Agência Brasil)

quinta-feira, 21 de julho de 2011

A logística do lixo



De todos os problemas que mais afligem o meio urbano no Brasil, o lixo desponta entre os itens prioritários na agenda municipal e ganha status como fonte de negócios.


Pela nova lei federal do setor, aprovada no ano passado, as prefeituras são obrigadas a elaborar planos para a gestão de resíduos até agosto de 2012, sem os quais não terão acesso a recursos da União. Aos aterros sanitários só poderá ser destinado o material não reciclável. E os lixões a céu aberto, existentes em mais da metade das cidades brasileiras, precisam estar erradicados em 2014.

As novas obrigações impõem mudanças de práticas gerenciais e planejamento, tanto por parte do governo, como das empresas. Surgem oportunidades para investimentos, com a perspectiva de uma nova política de incentivos para o setor - tema do seminário "Gestão dos Resíduos Sólidos Urbanos", que será realizado hoje em Salvador pela Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), em parceria com o Valor.

Novos recursos serão injetados para ampliar a coleta seletiva nas residências, enterrar lixo em área adequada, instalar usinas de incineração para gerar energia, construir cooperativas de catadores e mobilizar a população. De acordo com estimativa do Ministério do Meio Ambiente (MMA), são necessários investimentos em torno de R$ 8,5 bilhões, nos próximos três anos, para a legislação sair do papel e mudar o cenário do lixo no País. O número representa quase metade do mercado nacional de limpeza urbana já instalado, que no ano passado teve faturamento de R$ 19 bilhões.

"Os planos municipais começam a definir os rumos dos investimentos", afirma Carlos Silva, diretor da Associação Brasileira das Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe). "É grande a perspectiva de expansão diante do grande volume de lixo gerado no país ainda sem uma solução adequada", avalia o executivo, lembrando que o Reino Unido, por exemplo, produz 90% menos resíduos que o Brasil, mas tem números de mercado praticamente iguais. O faturamento brasileiro é quatro vezes inferior ao da China, de acordo com a Abrelpe.

O crescimento econômico, com reflexos no consumo e na maior geração de resíduos, desenha o cenário. De olho nas oportunidades, empresas do setor adotam a estratégia de orientar prefeituras na elaboração dos planos municipais de resíduos e nos caminhos para torná-los viáveis. Pela legislação, os estudos devem incluir um diagnóstico da situação do lixo, metas para redução e reciclagem, mapeamento dos principais geradores, educação ambiental, custos e modelos de coleta seletiva e indicadores para medir o desempenho do serviço. Com 21 itens em seu conteúdo mínimo, o plano pode ter versão simplificada para cidades com menos de 20 mil habitantes. "Mas a maioria dos municípios ainda está alheia a essa obrigação", diz Silva.

"Com a nova lei, a lógica da limpeza urbana, antes restrita à coleta e disposição em aterro, muda completamente", argumenta o executivo. O trabalho envolve também reduzir a geração, fazer a reciclagem e, em alguns casos, transformar o que não é reciclável em energia. Em sua opinião, "apenas acabar com os lixões não resolve o problema, que abrange outros desafios, como soluções para o alto custo da coleta seletiva e a incorporação de tecnologias". Para fechar a conta, Silva defende taxar a população pelo serviço do lixo, cobrança hoje adotada por apenas 4% dos municípios.

Segundo ele, os contratos de concessão com empresas de limpeza urbana devem se adaptar à lei. Uma possibilidade é a remuneração das empresas não mais por tonelada de lixo coletado, mas pela qualidade do serviço, aferida nas ruas por fiscais ou até por câmeras fotográficas, como em Paris. No Brasil, 80% da coleta municipal do lixo é operada por empresas, participação que no recolhimento dos materiais recicláveis é inferior a 10%, diz Abrelpe. A tendência é de ampliação, com participação de cooperativas de catadores. A lei da Política Nacional de Resíduos Sólidos prioriza o acesso a recursos federais para municípios que façam parceria com essa força de trabalho.

Há diferentes modelos em jogo. Relatório da empresa de consultoria Pinheiro Pedro Advogados, que inspirou alguns itens da nova lei, indica a parceria público-privada como formato para tornar os investimentos viáveis, diante da falta de recursos públicos. "Os municípios não conseguirão atuar sozinhos", afirma o consultor Antônio Pinheiro, co-autor de um estudo em fase de conclusão para o Banco Mundial sobre a viabilidade econômica da gestão de resíduos no Brasil. "Sob o ponto de vista financeiro, aterros sanitários só são vantajosos quando recebem lixo em grande escala, acima de 250 toneladas por dia", informa o analista. A saída, segundo ele, é o consórcio de pequenos municípios para uso comum dessas áreas.

Em recente audiência pública no Senado, o presidente da Confederação Nacional dos Municípios, Paulo Ziulkoski, disse que as prefeituras dificilmente conseguirão cumprir os prazos da lei se não tiverem R$ 52 bilhões para transformar os lixões em aterros sanitários até 2014. "O prazo é apertado, factível para a contratação dos novos projetos, mas não para a sua execução", admite Nabil Bonduki, secretário de recursos hídricos e ambiente urbano do MMA.

Ele informa que o governo federal começou a assinar convênios com Estados para a elaboração de planos intermunicipais com meta de envolver 344 conjuntos de cidades em todo o País, ao custo estimado de R$ 190 milhões. "É o primeiro passo para a formação dos consórcios", explica Bonduki, para quem, até dezembro, o governo concluirá o plano nacional de resíduos. "A perspectiva é tratar o lixo como recurso e não como problema, o que exige racionalizar o uso dos aterros sanitários", diz.

"Faltam indicadores para sabermos o tamanho do atraso", adverte Maurício Broinizi, do Movimento Nossa São Paulo, entidade que tem planos de fazer um diagnóstico e mapeamento dos resíduos e cooperativas de catadores na capital paulista, em parceria com empresas. O objetivo é seguir o modelo de Los Angeles (EUA), que desde 2007 reduziu em 63% o lixo levado para aterros, mediante a aliança de governo e iniciativa privada. Em sua análise, a coleta seletiva no Brasil precisa de escala para permitir o desenvolvimento da indústria de reciclagem e o peso de São Paulo nesse processo, pelo tamanho da população e da riqueza econômica, seria decisivo.
(Valor Econômico)

terça-feira, 19 de julho de 2011

O que estará ocorrendo com o leite das criancinhas em Campos???

Sinceramente, sem palavras...
Precisamos repercutir postagens como estas, para que um maior número de pessoas tome conhecimento de certas aberrações. Como temos, comumente algum tipo de leitores diferentes, aí está.
O Blog Sarcasmo S/A percebe grande diferença de preços em produtos adquiridos para a Prefeitura Municipal de Campos em relação aos valores de mercado.
Confira aqui a discrepância na matéria completa.

Abaixo o item que motivou a postagem no Sarcasmo. 



O Nan sem Lactose que para a prefeitura custa R$110 na internet eu encontrei preços BEMMMM diferentes:
R$ 46,08 à vista na nutriservice http://www.nutriservice.com.br/produto.php?nome=nan-s-lactose-400gr&produto=229
R$ 78,00 na biopoint  http://www.biopoint.com.br/nan-sem-lactose-400g-nestle-nutrition.html  se pagar a vista tem 10 % de desconto.

Alias foi a diferença de preço do Nan que me motivou a escrever sobre isso.

Usinas serão auditadas para provar melhorias a cortadores de cana, por e-mail de Karine Mourão.



Produtores de cana-de-açúcar vão ter de se submeter a auditorias independentes para provar que estão cumprindo acordo firmado com governo e sindicatos há dois anos de melhorar condições de trabalho dos cortadores de cana. Análises devem começar em agosto. Quem passar no teste, receberá selo de boas práticas que pode ajudar nas exportações. Para governo, chegou a hora de mostrar se acordo era discurso ou disposição real. Em São Paulo, 'houve melhora substancial" mas no resto do país, "não avançou quase nada", dizem sindicatos.

André Barrocal
BRASÍLIA – As usinas de cana-de-açúcar vão ter se submeter a auditorias privadas e independentes para comprovar que cumprem acordo assumido com governo e sindicatos há dois anos, e que acaba de ser renovado por mais um, de melhorar as condições de trabalho dos cortadores de cana. As análises devem começar em agosto. A empresa que passar no teste receberá um selo de boas práticas que, entre outras coisas, pode ajudar a conseguir – ou a não perder - mercado no exterior. 

Um edital que estabelece as regras para o credenciamento das auditorias foi publicado nesta sexta-feira (14/07) pela Secretaria Geral da Presidência da República. A seleção e o treinamento das empresas sobre o que elas terão de examinar nas usinas devem terminar até o início de agosto, segundo José Lopes Feijóo, assessor especial da Secretaria.

“Vamos entrar numa fase nova e fundamental do acordo. A empresa vai ter de passar por uma verificação independente, e aí nós vamos saber se a melhoria das condições dos trabalhadores era um compromisso real ou só discurso”, afirma Feijóo.

O acordo citado por Feijóo foi firmado em 2009, depois de uma negociação da Secretaria Geral com duas entidades patronais - União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), representante de canaviais paulistas, e Fórum Nacional Sucroenergético, representando o resto do país – e dois sindicatos (Federação dos Empregados Rurais do Estado de São Paulo, Feraesp, e Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura, Contag).

O objetivo era acabar com a exploração dos cortadores de cana, que recebem por produção, têm longas jornadas e alimentam-se mal, entre outras coisas. A exploração aumentou e ficou mais exposta com o avanço do etanol no Brasil e no mundo. Para aproveitar o momento e lucrar mais, as empresas ampliaram a produção e tentaram ter custos mais baixos.

O acordo valeu por dois anos. Dia 4 de julho, foi prorrogado por mais um. Mas, nesta nova etapa, haverá auditorias externas, consideradas fundamentais pela Contag. “Nestes dois anos, na prática não avançou quase nada. A grande maioria das empresas não melhorou as condições. Por isso, é preciso aferir”, diz o secretário de Assalariados da Contag, Antonio Lucas Filho.

A percepção da Federação dos Empregados Rurais Assalariados do Estado de São Paulo (Feraesp) sobre a situação nos canaviais paulistas é diferente da da Contag, que representa cortadores de cana do resto do país. “Nas nossas andanças, sentimos melhoras substanciais”, afirma o presidente da Feraesp, Elio Neves.

Mesmo assim, Neves defende que sejam feitas auditorias privadas e concedidos selos que atestem o cumprimento concreto do acordo pelas usinas. “O controle social vai aumentar. O conjunto de controles estatais, com o Ministério Público do Trabalho e a fiscalização do Ministério do Trabalho, tem se mostrado insuficiente”, diz.

Segundo Feijóo, a expectativa do governo é de que as usinas topem de fato a auditagem privada, que elas mesmas terão de pagar. Para ele, é importante que as empresas obtenham selo de melhores práticas porque, no mercado internacional, as barreiras tarifárias estão sendo cada vez mais substituídas por barreiras de outra natureza, como trabalhistas e ambientais. Sem ter a certificação, exportar poderia ser mais difícil.

"Sem dúvida, daqui para frente, as barreiras não vão ser tarifárias, mas sociais e ambientais. Ter o selo vai ser importante para as exportações. As empresas vão aderir às auditorias", afirma o coordenador do Fórum Nacional Sucroenergético, Luiz Custódio Cotta Martins, contando ter sido obrigado a fazer auditoria ambiental e social para conseguir vender, recentemente, etanol para a Califórnia, nos Estados Unidos.

Segundo Cotta Martins, no entanto, a maioria das usinas reunidas no Fórum já vinha cumprindo o combinado em 2009. 

Procurada para se manifestar sobre o asssunto, a assessoria de imprensa da Unica informou não haver um porta-voz disponível na entidade porque julho é período de férias. Mas enviou texto que a Unica disitribuíra à imprensa por ocasião da renovação do acordo no qual o presidente, Marcos Jank, dizia que a introdução da auditoria e do selo são “essenciais para o progresso e relações cada vez melhores entre as partes”.

comentário:

Auditorias privadas??? Parece brincadeira!!!
 
É preciso que o Estado e ossupostos auditores estudem as pesquisas que Maria Aparecida, Delma Neves, Francisco Alves e Beto Novaes realizaram sobre o trabalho nos canaviais. Eles já revelaram o que significa o trabalho no corte de cana. Exigência de produtividade (entre outras questões presentes no corte de cana) nunca vai combinar com condições dignas de trabalho... 
 
carol
Economia| 15/07/2011 | Copyleft 

A Frente de Oposição cresce em Campos.

A medida em que os desmandos municipais vão se evidenciando, fica cada vez mais ampliada a força que pretende promover a mudança em Campos dos Goytacazes.
A insatisfação pode ser percebida em cada esquina e nos mais diferentes pontos do município.


segunda-feira, 18 de julho de 2011

Inscrições para o Enade têm início hoje



Começam hoje (18) as inscrições para o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade). Podem se candidatar alunos ingressantes e concluintes de cursos de educação superior. O prazo de inscrições termina no dia 19 de agosto. As provas serão aplicadas em 6 de novembro, em todo o país.
As inscrições são de responsabilidade das instituições de ensino públicas e particulares cujos cursos serão avaliados nesta edição do exame. Pelas previsões do Ministério da Educação (MEC), 1,2 milhão de estudantes devem se inscrever este ano e cerca de 400 mil farão o Enade.
A prova - com duração de quatro horas – terá 30 questões de componente específico e dez de formação geral.

domingo, 17 de julho de 2011

Encontro do PV-Noroeste Fluminense transcorre com sucesso.

Neste sábado, a Regional Noroeste realizou o seu encontro, a Câmara Municipal de Bom Jesus do Itabapoana tornou-se pequena para o evento. Com a participação dos municípios que compõem a sua base. O que se registrou foi o que já se tornou corriqueiro nos encontros que já foram realizados pelo PV: cada vez mais o partido registra crescimento em todos os municípios do estado do Rio de janeiro.
Com a presença de diversas autoridades, a reunião teve o caráter de preparação para o ciclo de cursos e dinâmicas que deverão ser desenvolvidas pela agremiação.
Um outro destaque, foi a manifestação de vários companheiros, dos mais diversos municípios, acerca das orientações da Executiva Nacional em se lançar candidaturas "puro-sangue" nas eleições do ano que vem. Quase que a totalidade dos municípios já está preparada para o grande desafio, enquanto os demais ainda se articulam para cumprir o prazo até os primeiros dias de outubro.

Nada mais justo, depois de um dia de bastante trabalho, uma pausa para reposição de tanta energia gasta. Da esquerda para a direita podemos ver a querida e competente Cátia; Sion, nosso Coordenador-mor; o palavra fácil - Secretário Estadual de Organização, Roberto Rocco; Fernando Guida, atual Presidente Estadual; JRA Dias e o Coordenador da Baixada Fluminense, nosso irmão, José Augusto Venda.
Por estar atrás da lente não apareço na imagem.
clique nas imagens para melhor ver

sábado, 16 de julho de 2011

PV lançará chapa completa nas eleições do ano que vem, em Campos


a reunião, a qual me referi na postagem anterior, foi um sucesso. bastante concorrida.
o PV definitivamente lançará chapa completa e já conta com o apoio de dois partidos na empreitada.
apenas senti um cheiro de disputa no ar...
tenho certeza de que o partido está cumprindo a sua parte junto à frente.

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Reunião extraordinária do PV em Campos


Hoje acontecerá reunião extraordinária da Executiva Municipal do Partido Verde. Estarão presentes o Secretário Estadual de Organização, Roberto Rocco e o Coordenador Regional da Baixada Fluminense, José Augusto Venda.
No encontro terão prosseguimento os entendimentos para as eleições do ano que vem e a capacitação dos candidatos a vereador. O partido se prepara internamente para eventuais pactos que poderão acontecer com partidos alinhados, por outro lado, se prepara para apresentar um nome que possa vir oferecer à sociedade campista uma nova opção de gestão pública.
Amanhã cedo a comitiva verde campista se dirigirá para o Encontro da Regional Noroeste Fluminense

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Encontro do PV-NO Fluminense, neste sábado.

Bom Jesus??? Lá vou eu!!!


Neste sábado, acontece na Câmara Municipal de Bom Jesus do Itabapoana o Encontro "PV-NO Fluminense".
O evento dará continuidade à série que cobrirá todo o estado do Rio de Janeiro. No último, que aconteceu no dia 2, em Nova Friburgo, ações e estratégias para o crescimento do partido e a sua preparação para as eleições do ano que vem foram amplamente debatidas e deliberadas.
Os preparativos do Encontro estão a cargo do companheiro Marcelinho e demais representações municipais do Noroeste  Fluminense.
São esperados representantes da Executiva Regional e Nacional e, como sempre, os coordenadores das demais Regiões estarão participando e prestigiando.
Uma comitiva partirá de Campos.
Inté... 

avião. a viagem. as férias...

clique e amplie bem!

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Mais um nome surgindo como opção à Campos para o ano que vem


Nos próximos dias, Campos deverá conhecer um novo nome no cenário de sucessão do atual governo municipal. Uma boa tarrafada de pessoas das mais diversas áreas da sociedade produtiva que, em sua maioria, nunca se envolveram com a política eleitoral e se dispuseram a apresentar um excelente projeto de gestão municipal.
Mesmo ainda sem um nome que defenda nos palanques a proposta, já se pode perceber que desponta o nome de um empresário que conhece por dentro as coisas da máquina administrativa. Rígido em suas ações e cobrador forte da decência moral, ele encarna o contraponto para o estabelecido até agora.
O seu surgimento - se acontecer - deverá fortalecer as estratégias da oposição em Campos. Estudioso de processos que relacionam o poder público com as empresas, nas mais diferentes vertentes, ele deverá ser um grande calo no sapato já apertado do governo atual.
Num momento em que o descrédito e a insatisfação pelo governo atual é generalizada em Campos, cada vez se torna mais urgente a união dos vários segmentos para se discutir um novo modelo de gestão mais transparente e que abranja a comunidade campista como um todo. Esperemos para conhecer, porque, sem dúvida, será um novo momento de debate e reflexão.

Variante da bactéria da gonorreia é resistente a antibióticos



                                    Pesquisadores suecos analisaram a bactéria causadora da gonorreia

Pesquisadores suecos descobriram uma nova variante da bactéria causadora da gonorreiaque é resistente a antibióticos. Os cientistas do Laboratório de Referência Sueco afirmaram que análises descobriram uma variante da bactéria muito bem sucedida em suas mutações e que pode, segundo os especialistas, transformar-se em uma ameaça à saúde pública global.
A primeira infecção com a nova variante da Neisseria gonohhoeae, chamada H041, foi registrada no Japão.
Ao analisar a bactéria, os pesquisadores identificaram as mutações genéticas responsáveis por sua resistência a todos os antibióticos especializados para o tratamento da gonorreia .
Apesar de ser uma descoberta alarmante, esta nova variante foi uma descoberta previsível, segundo Magnus Unemo, do Laboratório Sueco de Pesquisa para a Neisseria Patogênica.
– Desde que os antibióticos se transformaram no tratamento padrão para a gonorreia nos anos 1940, esta bactéria mostrou uma marcante capacidade para desenvolver mecanismos de resistência a todos os medicamentos introduzidos para seu controle –, afirmou.
– Enquanto ainda é muito cedo para avaliar se esta nova variante se espalhou, a história de nova resistência na bactéria sugere que poderá se espalhar rapidamente, a não ser que novos medicamentos e tratamentos eficazes sejam desenvolvidos –, disse.
A pesquisa será apresentada na conferência da Sociedade Internacional para Pesquisa de Doenças Sexualmente Transmissíveis, no Canadá
A gonorreia é uma das doenças sexualmente transmissíveis mais comuns em todo o mundo e, se não for tratada, pode levar a problemas graves de saúde entre homens e mulheres.
Rebecca Findlay, da associação britânica Family Planning Association, afirmou que a descoberta desta nova variante é preocupante.
– A prevenção fica ainda mais importante, pois sabemos que os antibióticos nem sempre vão funcionar. A gonorreia pode afetar pessoas de todas as idades e todos agora devem se concentrar em cuidar da própria saúde sexual –, disse.
David Livermore, diretor do laboratório que monitora a resistência a antibióticos para a Agência de Proteção à Saúde do governo britânico, disse que os antibióticos usados usados na Grã-Bretanha, as cefalosporinas, são eficazes, mas, ainda assim, é preciso tomar cuidado.
– Nossos testes de laboratório mostram que a bactéria está ficando menos sensível a estas cefalosporinas, com relatos de alguns fracassos em tratamentos. Isto significa que temos que mudar o tipo de cefalosporinas usada e aumentar a dosagem.
– A prevenção é melhor que a cura, especialmente quando a cura fica mais difícil. E a forma mais confiável de se proteger contra doenças sexualmente transmissíveis, incluindo a forma resistente da gonorreia, é usar preservativos –, afirmou.

terça-feira, 12 de julho de 2011

Cirurgias gratuitas de lábio leporino e fenda palatina


                                                                Clique para ver melhor

Nossa Amiga Heloisa Crespo manda por e-mail e a gente divulga.
A única pena é que, insisto no que já postei há meses, Campos já foi, 
através da APIC, referência neste tipo de procedimento
"Amigos queridos,
Se puderem circular pela sua lista de contatos. 
Façam uma criança Feliz....... 
Cirurgias gratuitas de lábio leporino e fenda palatina, nos dias 6 e 7 de agosto, 

no hospital do fundão."

UENF inscreve para transferências, reingresso e isenção de vestibular


A UENF está com inscrições abertas até 15/07/11 para o processo seletivo de transferências externas, internas, reingresso de ex-alunos e isenção de vestibular (para candidatos já formados por outras instituições e que desejem ingressar em novo curso). São 268 vagas distribuídas entre 15 cursos presenciais e dois cursos a distância (semipresenciais).

Consulte o edital.


Prazo se estende até 15/07; são 268 vagas em 17 cursos 
As inscrições devem ser feitas diretamente na Secretaria Acadêmica da Reitoria da UENF (Av. Alberto Lamego, 2.000 - Prédio da Reitoria - Parque Califórnia - Campos dos Goytacazes, RJ). Para transferência externa, exige-se que o candidato tenha cursado com aprovação pelo menos 500 horas-aula no curso de origem. 
Para os cursos de bacharelado, a distribuição de vagas é a seguinte: Agronomia: 10; Ciências Biológicas: 20; Engenharia Civil: 10; Engenharia Metalúrgica e de Materiais: 10; Engenharia de Produção: 10; Engenharia de Exploração e Produção de Petróleo: 08; Medicina Veterinária: 10; Zootecnia: 10; Ciências Sociais: 20; Ciência da Computação: 10
Conforme a modalidade de ingresso desejada há uma lista de documentos para inscrição. Em qualquer caso, há uma documentação básica exigida: requerimento de inscrição, declaração que assegure ciência e concordância com o Edital, exposição de motivos que justifiquem a solicitação, duas fotos 3 x 4, cópia do documento de identidade com a apresentação do original, cópia do CPF e comprovante de pagamento da taxa de inscrição de R$ 70. Eventuais pedidos de isenção da taxa podem ser feitos no momento da inscrição, na Secretaria Acadêmica.
Para os cursos de licenciatura, as vagas são as seguintes: Física: 10; Matemática: 10; Pedagogia: 10; Química: 10; Biologia: 10; Ciências Biológicas a Distância: 70 (sendo 10 vagas para cada um dos polos: Itaperuna, Macaé, Bom Jesus do Itabapoana, São Francisco do Itabapoana, São Fidelis, Petrópolis e Itaocara); Química a Distância: 30 (sendo 10 vagas para cada um dos polos: São Fidelis, Paracambi e Piraí). 
O processo seletivo será composto de duas etapas. A primeira será uma prova escrita de conhecimentos específicos com redação, e a segunda, uma entrevista com a Comissão de Avaliação do curso. A prova será no dia 07/08, das 9h às 13h, e as entrevistas acontecem de 05 a 09/09, exceto no feriado da Independência.